17abr 2012

Abril

Postado por às 8:30 pm em Sobre mim
Abril. As vezes tenho a sensação que esse mês é meu, feito exclusivamente para mim. Não sei isso acontece com mais alguém, mas também não importa, é assim. Não só pelo meu aniversário, mas por tudo. Claro que meu aniversário tem uma grande influência né, 6 de abril. O dia do meu aniversário as vezes é tão comum, que não parece um dia especial, ninguém age como se o dia tivesse importância, por isso me obrigo a fingir que é um dia como outro qualquer. Mas o mês não. O mês de abril é meu, entende? Me obrigo a fazer com que esse mês seja o mais agradável de todos. Para que daqui algum tempo, eu olhe para trás, pense nesse mês e sinta uma vontade louca de voltar a ser feliz como estou sendo agora. É como uma motivação de vida, provando pra mim mesma que não preciso de nada pra ser feliz. Claro que acontecem coisas ruins, como ficar sem internet, perder seu celular, sua família não te dar se quer um abraço, ou ganhar um presente descente de quem você não esperava. Talvez seja por isso que tenho a necessidade de provar alguma coisa a mim. Meu mês é recheado de sorrisos e lagrimas; sorrisos para disfarçar as decepções, e lágrimas de tanta alegria. Um mês intenso.
Em 2012, no mês de abril, completei 18 anos, é como um sonho ridículo realizados sabe? me lembro quando sonhava com minha primeira menstruação, achando que seria magico e a partir daquele momento seria uma mulher, e finalmente quando aconteceu, quis nunca ter desejado aquilo, melhor, desejei ter nascido homem! Aconteceu com todas né? Pois é, fazer 18 anos foi bem parecido. Desejei no mesmo instante que de alguma forma eu voltasse aos 12 anos, ou pelo menos criar um RG fake com 14 anos. Achando que assim eu poderia enganar o mundo e me proteger. 
Já sinto o mundo jogando todo seu peso sobre mim, percebo que o que antes era sinceridade, hoje mudou de nome, vejo os que andavam comigo dizendo que estariam sempre aqui, se afastando, sem a menor culpa. Tudo que sempre priorizei, zerou, acabou, se foi. E eu fiquei. Há algo bom nisso, ver quem realmente tem valor, se sentir amada de verdade por quem fica, e saber que aquele que sempre deixei em segundo, ou terceiro ou sabe lá em qual posição, merece e sempre mereceu meu amor incondicional, Deus. Ver todos dizendo o que importa e olhar pra mim e ver que nada do que dizem faz sentido, com certeza o que sinto não fazer sentido pra muitos ai fora. Normal. É estranho me deparar hoje com o mundo, meus sonhos de 5 anos, continuam os mesmos. Até parece que não cresci. Manias e costumes, não mudaram também, e fico feliz por vê-los aqui comigo. Pelo menos isso me lembra quem eu sou, com o andar da carruagem, vou me perdendo no caminho como migalhas de pão. Me olhar no espelho hoje, é ver que tenho tudo pela frente, sou a pessoa mais sortuda do mundo, e que minha essência continua exalando seu perfume de sempre… Eu sempre vou ser aquela criancinha <3

comentários via facebook

2 comentários deixe um →

  1. Unquestionably imagine that that you stated.
    Your favorite justification appeared to be in the web
    the easiest thing to remember of. I have faith that for
    your needs, I definitely get annoyed while folks take into consideration worries that they can just don’t know about.
    You managed hitting the nail upon the most notable and outlined
    out the whole thing without need side-effects , folks could go
    on a signal. Will likely be again to get additional. Thanks

    Responder
  2. It’s amazing to visit this web page and reading the views of all friends
    about this article, while I am also eager of getting knowledge.

    Responder